SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3151-9551

Confira seis ferramentas gratuitas alternativas ao Microsoft Office

O pacote Office 365, da Microsoft, é certamente um dos conjuntos de programas mais indispensáveis para quem mexe no computador, já que dispõe de ferramentas para executar documentos em Word, criar planilhas em Excel ou apresentações no PowerPoint. O problema é que o pacote exige uma assinatura paga, o que leva muitos usuários a procurarem alternativas gratuitas do Office.

Para piorar, a pandemia de coronavírus fez com que muitos funcionários em regime home office, bem como alunos de escolas e universidades, fossem obrigados a utilizar seus próprios computadores para trabalhar e estudar, embora nem todos possuam o programa baixado em seus dispositivos.

Isso porque o Office geralmente é adquirido em pacotes de larga escala por empresas e instituições educacionais e ficam instalados apenas nas máquinas das entidades.

A boa notícia é que existem boas alternativas gratuitas do Office com recursos similares aos programas da Microsoft. Abaixo seguem seis opções interessantes que podem ajudar durante uma emergência ou mesmo podem se tornar programas padrões para usos cotidianos.

Open Office

Baseado em open source (código aberto) e desenvolvido pela Apache, o Open Office é uma das alternativas do Office mais populares entre as opções disponíveis.

O pacote dispõe de programas como Writer (semelhante ao Word), Calc (alternativa ao Excel), Impress (com recursos parecidos com o Power Point) e uma variação do Access chamada Base.

A ferramenta está disponível para dispositivos Windows, Linux e macOS.

LibreOffice

Também disponível para os três principais sistemas operacionais, o LibreOffice é o principal concorrente do Open Office. Não à toa, foi desenvolvido com o mesmo código base de seu rival, mas pela The Document Foundation.

O diferencial fica por conta de um programa intitulado de Math, capaz de criar e editar fórmulas matemáticas.

WPS Office

Outra boa alternativa ao Office é o WPS Office, disponível para Windows, Linux, macOS, Android e iOS.

Apesar de limitar-se a programas similares ao Word, Excel e PowerPoint, a ferramenta, desenvolvida pelo Kingsoft Office, oferece serviços como armazenamento em nuvem e trocas de arquivos com outros usuários por meio do WPS Office Cloud.

Google Docs

O serviço do Google dispõe de ferramentas que possibilitam edições de texto, criação de planilhas e apresentações, bem como elaboração de formulários.

Apesar de gratuito, a aplicação requer conexão à rede — a menos que o usuário instale extensões para uso offline.

OnlyOffice

Desenvolvido pela Ascensio System SIA, o OnlyOffice oferece editores de texto, bem como programas para criar apresentações e planilhas — similares às ferramentas do Office — que podem ser abertos simultaneamente em diferentes abas do navegador.

No entanto, por ser uma solução SaaS (software as a service), o serviço necessita de conexão à internet. O acesso ao sistema é feito por meio do portal privado.

CryptPad

O último programa da lista é similar ao Google Docs, já que dispõe de ferramentas de edição online de forma colaborativa.

Como o próprio nome já insinua, a ferramenta utiliza criptografia para que os conteúdos hospedados no servidor sejam devidamente protegidos.

Além de editores de textos, de planilhas e de apresentações, o CryptPad oferece murais de organização no estilo do Trello, pranchetas de desenho colaborativas e editor de código.

Dica importante: caso o usuário não se adapte aos programas listados, é possível acessar o Microsoft Office em sua versão online gratuita. Para isso, será necessário uma conta Microsoft e conexão à internet.

Fonte: Genbeta via https://olhardigital.com.br/