SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3151-9551

Google Chrome adiciona proteção contra extensões maliciosas

O Chrome, navegador do Google, vai ganhar uma série de novas proteções contra downloads e extensões maliciosas. Com o Enhanced Safe Browsing os usuários serão alertados caso tentem baixar uma extensão não confiável, e poderão realizar uma verificação aprimorada em arquivos considerados inseguros.

Esse gerenciamento facilitado já era possível a partir de um Chromebook. Agora, quando o usuário tenta instalar uma extensão via Chrome Web Store, uma caixa de diálogo aparece para avisar se o item desejado não estiver na lista como confiável. Assim, é possível escolher entre cancelar a instalação ou continuar com o processo “por sua própria conta e risco”

Para que o Google considere os aplicativos como confiáveis, eles precisarão cumprir as políticas do programa da empresa. O problema, para novos desenvolvedores, é que se tornar confiável pode levar alguns meses. Atualmente, quase 75% das extensões disponíveis na loja são consideradas seguras.

Já quando o assunto é download, o Chrome atualmente executa uma verificação inicial dos metadados do arquivo, para determinar a segurança. Se essa análise preliminar mostrar que há algum problema, o usuário pode solicitar uma verificação mais abrangente.

Caso o arquivo seja considerado perigoso, o navegador realiza o bloqueio. O Google informa que é possível ignorar essas etapas, mas por conta e risco do usuário.

A novas medidas acrescentadas ao Google Chrome fazem parte de um foco da empresa na segurança dos usuários do navegador. A empresa já havia removido, no início do ano, uma extensão popular que foi considerada prejudicial. Ela introduzia um software de rastreamento. As adições no sistema de segurança vão chegar para os usuários no Chrome 91, já presente em boa parte dos Chromebooks.

Para ativar as verificações, o usuário deve abrir o navegador e ir em ‘Configurações’. Lá, é preciso clicar em ‘privacidade e segurança’, depois em ‘segurança’ e aí sim em ‘proteção avançada’ para ativar a ‘segurança avançada de navegação’.

Via: Android Central https://olhardigital.com.br/