SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3151-9551

Inteligência artificial consegue “ressuscitar” Kurt Cobain e criar música inédita do Nirvana

Morto há 27 anos, Kurt Cobain ainda é lembrado como um dos maiores ícones da história da música. Com uma carreira interrompida no auge, muitos fãs lamentam não ter visto todo o potencial do músico. Mas uma inteligência artificial promete “ressuscitar” artistas famosos para homenagens póstumas.

O projeto criado pela Over The Bridge foi capaz de criar uma música inédita do Nirvana. O computador utilizou canções da banda para analisar termos e melodias comuns entre as faixas.

A partir disso surgiu a inédita “Drowned in the Sun”, lançada nesta segunda-feira (5), quando a morte do cantor completa 25 anos. A música faz parte de um projeto chamado “As Fitas do Clube dos 27”, que se refere aos artistas mortos aos 27 anos de idade.

Inteligência artificial no Kurt Cobain

Toda a melodia da música em homenagem a Kurt Cobain foi criada utilizando inteligência artificial, inclusive a letra. Apenas a voz contou com uma pessoa de verdade. No caso, Eric Hogan, cover do artista e vocalista da banda Nevermind, que como já dá para imaginar canta músicas do Nirvana.

A intenção da Over The Bridge, com sede no Canadá, é alertar para a importância de cuidar da saúde mental. Por isso todo o projeto é com artistas que morreram em decorrência do abuso de drogas e depressão.

“E se todos esses músicos que amamos tivessem suporte de saúde mental? De alguma forma, na indústria musical, [a depressão] é normalizada e romantizada. Sua música é vista como um sofrimento autêntico”, explicou Sean O’Connor, diretor da entidade, em entrevista à revista Rolling Stone.

Além de Kurt Cobain, fazem parte do programa com inteligência artificial músicas de outros cantores consagrados como Jimi Hendrix e Amy Winehouse.

Via UOL