SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3151-9551

Lista mostra quais são as senhas mais simples e que podem ser alvo de hackers

Sim, o “123456″ continua sendo a senha mais usada…de novo e de novo.

Senha

Milhões tem pessoas tem suas contas hackeadas de algum modo, por usarem senhas que são consideradas fracas ou muito fáceis. Com medo de esquecerem, muitos usam nomes, datas de aniversário, times de futebol, nomes de animais e até mesmo letras e números que ficam próximos um do outro no teclado. Essas práticas tornam facilita a ação dos cibercriminosos para invadir contas.

Pensando nisso, uma lista foi criada pelo Centro Nacional de Segurança Cibernética do Reino Unido, e mostra as senhas mais comuns entre os usuários de internet. Além disso, esse alerta encoraja o uso de senhas fortes para proteger conteúdos sensíveis, como contas de e-mail, redes sociais e aplicativos de banco.

E a senha mais utilizada, e sem surpresa, é a sequência de números “123456”, com 23.2 milhões de contas usando esses números. Essa quantidade de pessoas aumenta quando se trata de lançar mão de quase todas as teclas numéricas, ou seja, “123456789”: 7.7 milhões de pessoas utilizam essa “técnica” como senha.

Outras 3,7 milhões de pessoas utilizam a senha “QWERTY”(as seis primeiras teclas do teclado da esquerda para direita) para “proteger” as suas contas. Já a palavra “password” (senha em inglês) aparece 3.6 milhões de vezes e “111111” é usada por 3.1 milhões de usuários.

A maior parte das 50 senhas mais usadas é baseada em ideias simples, como uma série de números em ordem, ou o mesmo número repetido seis ou sete vezes. As senhas “iloveyou” (eu te amo), “monkey” (macaco) e “dragon” (dragão) estão entre as 20 mais usadas, enquanto “myspace1” está na 26ª posição, com mais de 735 mil usuários.

Seu nome é seguro?

Os nomes são algumas das senhas mais comuns, com centenas de milhares de usuários usando uma única alcunha como senha. Nomes como “Ashley” e “Michael” são utilizados mais de 400 mil vezes por usuários; “Daniel”, “Jessica” e “Charlie” aparecem em 300 mil ocasiões. Acredita-se que esses sejam os nomes dos próprios usuários, o que significa que o trabalho de um hacker para descobrir essas senhas fica bem mais fácil.

Senha por gosto musical

As bandas também são um tema recorrente em senhas, com a lista detalhando que, mais de 285 mil usuários utilizam a palavra “blink182” como senha, fazendo essa a combinação relacionada à música mais utilizada. Outras bandas e cantores como “50cent”, “eminem”, “metallica” e “Slipknot” são usados mais de 140 mil vezes cada um.

Nem o time do coração escapa

Os times também são bastante comuns quando se trata de violação de senhas. O Liverpool ganha o título de time de futebol mais utilizado da Premier League, com mais de 280 mil usuários escolhendo esse termo para proteger sua conta. Outros times da Premier League também são bastante usados, dentre eles, “chelsea”, “arsenal”, “manutd’ e “everton”.

As pessoas que usam seu time favorito como senha podem facilmente ser alvo de invasão de contas, já que muitos fãs de esporte vão comentar sobre seu time favorito nas redes sociais, fazendo com que seja relativamente simples para um hacker obter essas informações no Facebook ou Twitter.

Um grande problema com essas senhas simples é que é bastante provável que elas sejam utilizadas em diversas contas, o que significa que, se o e-mail e senha forem descobertos, outros serviços também podem estar em risco. A recomendação do Centro Nacional de Segurança Cibernética do Reino Unido é a de que o usuário deve usar três palavras aleatórias como senha, para diminuir as chances de alguém em adivinhá-las.

A lista de senhas foi criada com base em dados que foram coletados e podem ser consultados no site Have I Been Pwened, que permite aos usuários verificar se suas informações já foram vazadas.

VIA: ZDNET | https://olhardigital.com.br