SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3779-0196

Como testar o novo recurso do Chrome que promete consumir menos memória RAM

Nova função do navegador deve ajudar a diminuir o seu consumo excessivo de memória.

Algo que tem marcado muito quem utiliza o navegador Chrome no computador é o seu alto consumo de memória, que tem deixado o aplicativo muito instável para pessoas que tem pouca memória RAM no computador. Por sua vez, o Google, de olho nisto, tem implementado algumas mudanças para amenizar este problema.

Por enquanto, o novo recurso só está disponível na versão de testes do navegador, sendo que ele não vem habilitado por padrão. A seguir, confira como testar a nova função do Chrome para que ele consuma menos memória em seu PC.

Importante

Apesar do processo demonstrado abaixo requerer a instalação do Chrome Cannary, que funciona como uma versão Beta do navegador, ela não altera nenhuma configuração do seu Google Chrome original. Desta forma, você não precisa se preocupar com a possibilidade de perder extensões ou outros dados importantes que você tenha no navegador.

Como fazer o Chrome consumir menos memória RAM

Diferente de algumas configurações tradicionais realizadas em seus menus, esta nova configuração precisa ser ativada através de parâmetros no programa, mas o processo não chegar a ser complicado ou oferece riscos. Veja:

  1. 1- Caso ainda não tenha instalado esta versão do navegador, acesse este link para fazer o download do Chrome Canary;Reprodução
  2. 2- Por sua barra de endereços, acesse este caminho: chrome://flags;Reprodução
  3. 3- Procure pela função “Skip best effort tasks” e deixe-a como “Enabled”. Clique em “Relaunch now”.Reprodução

Após ter reiniciado o navegador, você não deve notar mudanças em sua interface ou algo do tipo. Isso ocorre pois tudo o que esta função faz é desabilitar alguns processos do navegador que, ao invés de rodar em segundo plano, serão realizados após você ter usado o Chrome e iniciar o processo de desligamento da máquina.

Por enquanto, ainda não existe uma data oficial para que este recurso chegue na versão estável do navegador. Além disto, a descrição da função dentro dos parâmetros do Chrome Canary também sugere que ela deve aparecer na versão do browser para smartphones. Por se tratar da primeira versão do recurso e ainda estar em fase de testes, o Chrome poderá apresentar algumas instabilidades ao tê-lo ativado, apesar de ter funcionado bem durante os testes feitos pelo Olhar Digital.

Fonte: https://olhardigital.com.br