SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3779-0196

Novo recurso do Windows Defender impede que malwares desativem o antivírus

Windows Defender

A nova funcionalidade chega para garantir mais segurança ao PC dos usuários, e impede que programas mal-intencionados desativem as proteções do Windows para roubar dados

A Microsoft adicionou uma proteção contra a adulteração da “Proteção Avançada Contra Ameaças” do Windows Defender para prevenir que malwares desativem o antivírus em computadores infectados. A nova funcionalidade pode ser ativada indo até as configurações do Windows Defender e selecionando a opção “Proteção contra adulteração”.

A proteção faz com que malwares sejam impedidos de realizar alterações no sistema, como desativar a proteção em tempo real, recurso que a Microsoft já declarou que “raramente, ou nunca, deve ser desativado”. Há diversos tipos de malware que neutralizam as defesas do computador para poder roubar todos os dados possíveis. Tudo isso acontece sem o conhecimento do usuário.

O novo recurso de segurança também impede que malwares desativem a detecção remota de vírus, assim como a verificação de arquivos de Internet. Os softwares mal-intencionados também serão incapazes de deletar as atualizações de segurança assim que a nova opção for ativada.

Embora o Microsoft Defender seja um produto corporativo, a nova medida de segurança também estará disponível para usuários domésticos do Windows e será ativada por padrão. Os clientes corporativos deverão optar por ativar a configuração, entretanto, apenas administradores desses sistemas terão a opção de desativar a funcionalidade. Nenhum usuário sem as devidas permissões terá esse poder.

A Microsoft disse que o novo recurso estará disponível para todos a partir da grande atualização de segurança que chega nos próximos dias.

Via: ZDnet | https://olhardigital.com.br