SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3151-9551

Repetidor ou roteador? Entenda a diferença e qual deles comprar

Na tentativa de melhorar a internet de casa, muitos consumidores acabam recorrendo a duas alternativas: roteador ou repetidor de sinal. Embora sejam soluções complementares, elas atuam de forma diferente no objetivo de aprimorar a conexão com a grande rede.

A sua conexão está ruim e você não sabe se deve comprar um novo roteador ou um repetidor de sinal? Então confira a resposta para essa dúvida.

Roteador e repetidor

Antes de entender qual comprar, é preciso conhecer cada um dos equipamentos.

Roteador

Dispositivo responsável por criar redes WiFi particulares e transmitir o sinal para outros aparelhos. É capaz de fazer uma conexão com redes distintas e sua principal função é repassar o sinal de serviço de banda larga que chega da operadora de internet até o modem.

Repetidor

Também conhecido como extensor, o repetidor é muito usado em casas grandes ou com muitos obstáculos, como paredes ou colunas. Em uma configuração padrão, quando um roteador apenas não é o suficiente, faz-se necessário recorrer a esse dispositivo para aumentar a potência da internet em algumas áreas.

Afinal, qual comprar?

A resposta depende de uma série de fatores relacionados à extensão e ao objetivo da conexão. Contudo, vale ressaltar que a utilização de um repetidor só faz sentido se já houver um roteador instalado e configurado no local. Portanto, no caso da primeira compra (e se o equipamento não for fornecido pela operadora de internet), o roteador é o mais recomendado. Um dispositivo com duas antenas geralmente é o suficiente, mas se tiver quatro ou mais dificilmente um repetidor será necessário.

Se um cômodo da casa ainda não está recebendo sinal de internet, surge uma boa oportunidade para comprar um repetidor. Uma das grandes vantagens desse equipamento é o preço, já que costuma ser barato em comparação com os roteadores.

Fonte: Zoom via https://www.tecmundo.com.br/