SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3151-9551

Windows 10: Microsoft corrige erro de busca que causava alto uso do HD

Um problema antigo e que já deu dor de cabeça para muita gente está, finalmente, sendo resolvido pela Microsoft. Em uma atualização para o Windows 10, o sistema de busca e indexação de arquivos e conteúdos do sistema operacional pode ser desligado caso esteja causando um alto uso do HD, levando a lentidão e outros problemas de performance.

A novidade veio na build 18945 está disponível para aqueles que aceitaram receber updates antes da maioria dos usuários em caráter de testes, e ainda suscetíveis a falhas ou bugs – ou seja, membros do programa Insider. O desligamento, na realidade, é uma reimaginação do recurso, que leva em conta o que está acontecendo no computador em todos os momentos e prioriza a performance, deixando de operar sob certas condições.

A indexação do Windows 10 será desligada, por exemplo, sempre que o uso de CPU ultrapassar 80% ou o HD em 70%. Ela também deixará de funcionar caso um notebook seja desconectado da tomada ou esteja em modo de economia de bateria ou baixa energia. Ainda, a ativação de recursos como o Modo de Jogo, que otimiza o hardware para a execução de títulos mais pesados, também desligará a busca.

De acordo com a Microsoft, o novo funcionamento do recurso veio a partir do feedback dos próprios Insiders. A empresa notou que muitos dos usuários estavam desativando a busca e passou a exibir um questionário sobre os motivos para isso. O uso excessivo de CPU e HD, principalmente em computadores com disco rígido, foi o mais citado, bem como o baixo valor percebido desse recurso.

Os trabalhos, então, começaram e, em julho, a Microsoft já liberou um funcionamento mais inteligente do sistema de indexação, que passou a levar em conta o que era feito no computador. Agora, ele passa a ser desligado também nas máquinas com SSD e a partir de outros tipos de ações do sistema operacional, de forma que a constante leitura de dados não gere desgaste ou tome o lugar de operações mais importantes.

A ideia da tecnologia presente em todas as versões do Windows 10 é garantir que o usuário encontre mais rapidamente o que procura a partir da busca. Dados do disco rígido estão sendo constantemente lidos e indexados, mas não apenas eles, como também os recursos de aplicativos e opções de conteúdo disponíveis, com a barra de pesquisas do sistema operacional sendo vista como um ponto central da experiência com a plataforma.

Ao anunciar a novidade, a Microsoft também lembrou aos usuários que configurações avançadas também são capazes de otimizar o funcionamento das buscas. É possível, por exemplo, excluir certos diretórios da leitura feita pelo recurso, bem como determinados tipos de arquivos, ou interromper completamente seu funcionamento, de forma a economizar harware para as tarefas que realmente importam.

Fonte: Microsoft via https://canaltech.com.br/