SEENS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
+55 (41) 3151-9551

Xiaomi CyberDog: gigante chinesa anuncia cachorro robô

Pet eletrônico possui código-aberto para que desenvolvedores possam realizar experiências com o robô.

Por Lucas Santos, para o TechTudo

 

Xiaomi anunciou nesta terça-feira (10) o lançamento de um cachorro robô. Chamado de CyberDog, o dispositivo é mais um passo da empresa no segmento da robótica e inicialmente vai servir para desenvolvedores trabalharem no código-aberto do “animal”. Ele funciona numa plataforma da NVIDIA e conta com um módulo de câmera de profundidade da Intel.

Cerca de mil unidades serão vendidas a engenheiros, entusiastas de robótica e fãs por 9.999 yuans, o que equivale a pouco mais de R$ 8.000 em conversão direta. Apesar da divulgação do preço, ainda não se sabe se o valor do CyberDog se manterá o mesmo quando for lançado para o público geral.

Os motores do cachorro robô foram desenvolvidos pela Xiaomi e prometem agilidade ao executar ações, velocidade e variedade de movimentos. De acordo com informações divulgadas pela fabricante, o CyberDog alcançar até 11,5 km/h e realizar truques como giro acrobático para trás e outros.

O “cérebro” do cachorro robô da Xiaomi é composto por um computador Jetson Xavier NX, da NVIDIA, que possui 384 núcleos CUDA, 48 núcleos tensor, uma CPU ARM 6 Carmel e dois núcleos dedicados a aprendizagem profunda. Este módulo é responsável por processar as informações obtidas através dos 11 sensores distribuídos em toda a estrutura física do robô.

Os sensores, o GPS e outros componentes conseguem obter dados para que o CyberDog guie seus movimentos e interaja com o ambiente ao redor. Outro ponto que se destaca são as câmeras, que incluem binoculares olho de peixe, interativas de inteligência artificial e o módulo de profundidade RealSense D450 da Intel. Com isso, o robô consegue contornar obstáculos que estejam em seu caminho.

O hardware inclui algumas portas de entrada para que os desenvolvedores possam explorar com mais facilidade algumas funcionalidades. A interface é composta de 3 portas USB-C e 1 HDMI, sendo possível, por exemplo, adicionar um novo conjunto de câmeras panorâmicas, de movimento ou mesmo um LiDAR, utilizado geralmente para calcular distância e outras informações sobre um objeto distante.

Os usuários do CyberDog podem usar uma palavra de ativação através de assistentes de voz para comandá-lo. Outra opção para controlar o robô é usar o aplicativo para smartphone que o acompanha.

Com informações de XiaomiThe Verge e Android Authority via techtudo.com.br